Perdoe as cores podres

Não é manifesto, mas não deixa de ser minha visão anarquica sobre geopolítica, intervenções militares e patriotismos:

2007

Anúncios

Sobre dasprofundasaguas

Mergulho no inominável dos meus afetos, nos meus ritos sem liturgia...minha magia, enfim. Volto com a cabeça marcada das lâminas do Tempo, multiplos fios que me desdobram num ser ubiquo: alí, aqui e em todo lugar.

Publicado em janeiro 2, 2011, em Arte+Hacker+Experimentalismo e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: